Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo!

Inbound Marketing: o que é e porque ele está mudando o marketing digital
3 de novembro de 2015
Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing: você sabe a diferença?
28 de dezembro de 2015

Pode parecer uma frase muito óbvia para iniciar este publicação sobre como escolher a melhor plataforma de e-Commerce, mas, ainda assim, gostaria de começar o texto com ela: criar um e-Commerce é o mesmo que criar um Loja, só que virtual.

E por que começar de forma tão óbvia assim um texto que vai falar sobre como escolher a melhor plataforma de e-Commerce para o seu negócio? Ao escolher a sua Plataforma de e-Commerce, você está escolhendo a “base” do seu negócio; é fundamental considerar aspectos como atendimento, suporte, gestão de estoque, SEO para e-Commerce, entre outros cuidados necessários – que devem ser parte do business plan (ou, simplesmente, plano de negócios) do seu e-Commerce. Pense no futuro, no crescimento, no quanto você quer ganhar com o seu e-Commerce e só depois você escolhe a ferramenta.

Dito isso, a primeira pergunta para escolher uma ferramenta de commerce adequada para as suas necessidades e os seus produtos é…

 

O seu site de e-Commerce é um hobby ou um negócio?

Sendo muito prático e honesto: qualquer um pode fazer um e-Commerce hoje. Existem muitas plataformas/serviços de e-Commerce, pagos e gratuitos, que permite que pessoas (com apenas um pouco de bom senso e) sem qualquer conhecimento em design ou programação construam lojas virtuais de forma fácil e rápida. Inclusive ter uma loja online já se transformou até em uma segunda fonte de renda (bem popular) entre muitos trabalhadores brasileiros.

É possível criar um site de e-Commerce com estas plataformas e serviços gratuitos? Sim, mas tenha em mente que plataforma que você escolher para o seu e-Commerce é o que vai determinar até onde você poderá chegar com ele – e dirá, de antemão, quais serão as suas limitações futuras.

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )

Como mostrei na publicação sobre SEO para e-Commerce, várias destas plataformas disponíveis no mercado não possuem vários recursos que são basilares para otimizar a sua loja, ou para integrá-la com um sistema de CRM (manter um relação com seus clientes e fazer upsell/cross-sell) ou auxílio de uma ferramenta de CRO (Conversion Rate Optimization, ou seja a análise das suas páginas e melhoria das conversões). Tudo isso para tornar a experiência de gestão da loja mais simples – às vezes, simples até demais.

Voltando à questão principal, basicamente há duas formas de fazer um site de e-Commerce:

  1. rápida, sem custos e um menor controle da loja; e a
  2. demorada, com custos e um maior controle da loja.

 

Se você quer fazer um projeto amador, um hobby, recomendo a primeira forma.

Por que? Não apenas pelo investimento inicial na criação/adaptação da ferramenta/layout (que podem ser drasticamente reduzidos a partir do desenvolvimento/adaptação de sistemas pré-prontos, como o Magento ou WordPress), mas por causa do custo fixo (inclusive o seu “custo de oportunidade” para manter a ferramenta).

Entenda: o manuseio de uma Plataforma de e-Commerce mais robusta é mais complicado (tecnicamente falando) e exige mais conhecimento do usuário – e, por consequência, há uma maior probabilidade de cometer erros ou da necessidade de manutenção técnica. Agora pense comigo: se o mesmo usuário que manusear a plataforma é quem faz o produto (ou quem toca o negócio como um todo, que, no caso é você), um tempo produtivo estará sendo trocado por tempo em atividades marginais ao seu negócio, ou seja… prejuízo.

É por isso que existem várias plataformas gratuitas online para facilitar a criação de uma loja virtual e diminuir os custos envolvidos no processo. Quais? Clique aqui e você verá muitas delas.

Se você quer fazer um projeto profissional, um negócio, recomendo a segunda forma.

Apesar de um maior investimento inicial, como já falei, há uma série de vantagens em construir o seu site de e-Commerce sobre alguma das maiores plataformas do mundo – que dão controle absoluto sobre cada um dos aspectos da sua loja online.

Plataformas pré-prontas de e-Commerce, por melhor que sejam, muitas vezes não suportam integrações com outros serviços (chat online, CRM, entre outros) ou possuem recursos (SEO, Design Responsivo, etc) que, com certeza, você precisará em um futuro bem próximo para aumentar suas vendas e manter seu negócio crescendo. Quando se parte de uma Plataforma de e-Commerce e de um trabalho profissional em sua personalização, você pode ter o controle sobre todos estes aspectos (e muitos outros) e aumentar a sua capacidade de adaptação à novas tendências e tecnologias (CRO, Notificações PUSH).

 

 

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )

 

Melhor Plataforma de e-Commerce do mundo? Não existe uma, existem cinco!

 

#1 Melhor Plataforma de e-Commerce:

Magento

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )O Magento é o maior CMS (sistema de gerenciamento de conteúdo) para e-Commerce do mundo – e tem uma versão, bem robusta, completamente grátis, open source. O grande diferencial do Magento é a sua flexibilidade e controle sem precedentes – absolutamente tudo é configurável – isso porque a grande premissa do Magento é a idéia que cada e-Commerce tem de ser único. Já falei que é a Plataforma de e-Commerce mais utilizada no mundo?

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )

 

#2 Melhor Plataforma de e-Commerce:

OpenCart

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )O OpenCart também é uma Plataforma de e-Commerce bastante popular. Na verdade, ele é um pouco mais simples que o comum: ele foi concebido para ser “apenas” um carrinho de compras. Ele também tem uma grande comunidade e é ideal para quem quer criar o seu próprio e-commerce com um custo menor (mas contando com uma plataforma robusta). OpenCart tem vários recursos interessantes: é fácil de usar, SEO-Friendly e tem uma interface relativamente simples – não tanto quanto meu CMS preferido, que vamos ver mais a frente.

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )

 

#3 Melhor Plataforma de e-Commerce:

PrestaShop

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )O PrestaShop é outro CMS de e-Commerce que tem uma legião de fãs. Diferente dos anteriores, o PrestaShop se destaca por oferecer alguns recursos de “marketing” que ajudam a engajar mais os cliente e aumentar as vendas on-line. Sendo um pouco mais claro, ele oferece estes recursos de forma mais fácil do que as outras plataformas, que são completamente abertas integrações com diversos serviços e ferramentas que podem dar à elas as mesmas funcionalidades, ou funcionalidades melhores ainda. No geral, é uma Plataforma de e-Commerce confiável que está entre os principais players do mercado.

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )

 

#4 Melhor Plataforma de e-Commerce:

 Zen Cart

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )O Zen Cart é uma Plataforma de e-Commerce menos potente que as demais, mas muito fácil de usar, intuitiva e amigável ao usuário – aí que está o seu sucesso. O grupo que desenvolve o Zen Cart tem como filosofia pensar como seu público. Eles se colocam no lugar dos lojistas, consultores, designers e programadores e acreditam que, nesta posição, podem criar um design com maior utilidade e valor para o usuário. Discutível, mas tem seus defensores.

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )

 

#5 Melhor Plataforma de e-Commerce:

WordPress + WooCommerce

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )O “combo” WordPress + Plugins de e-Commerce (WooCommerce) é a minha solução predileta. Não apenas a minha, mas a quinta mais famosa do mundo. Porque? Simples: ela parte do WordPress (o CMS mais usado no mundo), pra criar uma loja virtual com recursos muito similares aos principais player do mercado, grande capacidade de personalização, interface user-friendly e todas as possibilidades de funcionalidades e plugins que o WordPress oferece – blog, rede social própria, fórum de discussão, entre muitos outros. Entre os plugins de e-Commerce recomendamos, a minha preferência é o WooCommerce, que tem fácil acesso a estatísticas, categoriações de produtos e uma série de plugins para aumentar ainda mais suas funcionalidades – o colocando no mesmo nível dos outros CMS de e-Commerce.

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )

 

Alguns critérios para prestar atenção quando for escolher a sua Plataforma de e-Commerce

No início desta publicação falamos sobre a necessidade de considerar como recursos de atendimento ao cliente, disponibilidade de suporte, flexibilidade dos gateways de pagamento e alguns outros critérios na seleção da melhor plataforma de e-Commerce para o seu negócio – considerando o futuro da sua loja virtual e até onde você pretende chegar com ela. São vários os critérios e muitos deles dependem do seu produto, do seu modelo de negócios, mas eu eu gostaria de ressaltar dois ângulos importantes para avaliação destas (e de qualquer outra que você vir a conhecer) ferramentas de e-Commerce e a adequação delas ao seu negócio:

Em relação ao SEO (otimização para mecanismos de buscas):

O Google será seu grande aliada na conquista de novos clientes. Já falei bastante sobre isso no post sobre SEO para e-Commerce, mas se você ainda não viu, vou ressaltar apenas os pré-requisitos básicos de otimização de sites fundamentais para se preocupar quando escolher e configurar a sua Plataforma de e-Commerce:

  • Você tem controle sobre Meta Informações (inclusive de imagens)?
  • Você pode alterar a estrutura dos Links Permanentes (Arquitetura de Informações)?
  • O quão personalizável é o conteúdo da Página de Produto?
  • O recurso de “Avaliações” existe (e é integrado ao RichSnippet do Google)?
  • Existe a possibilidade de criar Landing Pages com listagens de produtos de forma rápida (exemplo: Datas Comemorativas, Linhas de Produtos)?
  • Você consegue gerar sitemaps (por critérios a sua escolhe, como categoria de produto)?
  • O design é responsivo (hoje o Google valoriza muito os sites Mobile-Friendly)?

 

Em relação ao CRM (relacionamento com o consumidor):

Apesar do Google ser uma grande ferramenta para captação de novos clientes, tão importante quanto conseguir novos clientes é se relacionar bem com os atuais – é por isso que o e-mail marketing continua sendo uma das ferramentas com maior ROI (retorno sobre investimento) do e-Commerce. Em termos de rentabilidade, é mais barato aumentar o ticket de um cliente atual do que captar um novo cliente. É por isso que o seu e-Commerce tem que ser amigável ao usuário e ter recursos (ou permitir integrações) para uma melhor comunicação com ele.

  • Você tem o registro e histórico de cada cliente?
  • Tem opção de atendimento via Chat?
  • E Automação de Marketing? Tem como criar workflows?
  • Você consegue filtrar e segmentação sua base de clientes?
  • Há uma análise das compras não-realizadas? Carrinhos abandonados?

 

Não esqueça, o Google Analytics é o seu melhor amigo!

O Google Analytics é uma das plataformas de webanalyics mais usadas do mundo. Ele é fácil de instalar, confiável, frequentemente atualizado e traz uma gama de recursos/filtros que podem ser utilizados para melhorar a sua compreensão sobre os visitantes do seu site e os aspectos técnicos dele – inclusive recursos específicos para e-Commerce, adicionando as relatórios métricas relacionadas à receita.

Dentro de todo o universo de métricas de webanalytics, vamos entender um pouco como acompanhar melhor a performance do seu e-commerce através do Google Analytics.

  • Quais origens de tráfego trazem mais receita?
  • Quais páginas do seu site tem mais visibilidade?
  • Quais páginas do seu site tem mais engajamento?
  • Quais campanhas de mídia (paga) trazem mais vendas?
  • Qual é o peso entre os diferentes meios para uma compra?
  • Quais produtos seus visitantes mais buscam dentro do site?
  • Quais são as páginas percorridas pelo usuário até a compra?
  • Quais são os entraves para mais usuários finalizarem a compra?

 

 

E agora, você se sente mais seguro para escolher a sua Plataforma de e-Commerce?

Me conte como foi (ou está sendo) a sua experiência de escolher uma Plataforma de e-Commerce adequada para o seu negócio e quais foram os critérios que estão pensando mais na sua decisão!

Qual é a melhor Plataforma de e-Commerce? Conheça as 5 mais usadas no mundo! (Marketing Digital )

Ian Castro
Ian Castro
Ian Castro é CEO e Head of Inbound Marketing na Intermídias, agência digital especializada em Inbound Marketing. Certificado pelas principais plataformas de Inbound Marketing (HubSpot, RD Station e MailChimp) e Mídia Online (Google e Facebook) do Brasil. Pós-graduando em Marketing na FGV e Graduado em Comunicação na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, sempre esteve imerso no mundo da marketing digital e fundou o blog Intermídias em 2007 como um reflexo da sua prática profissional com comunicação digital e mídias sociais, além dos estudos que desenvolve sobre as possibilidades que o ambiente digital traz a prática publicitária. [currículo completo]

28 Comentários

  1. Luis Fernando Silva disse:

    Ian, obrigado.

    Obrigado porque o seu texto “Qual é a melhor plataforma de ecommerce” está me ajudando enormemente a tomar decisões super importantes para o início do meu próprio negócio. Foi a primeira vez que li um texto, muito bem estruturado, sobre esse tema e que me entregou do começo ao fim informações 100% relevantes que me ajudarão a definir a melhor plataforma a usar.

    Também sou publicitário, mas espero ter aposentado de vez o cartão de visitas, a camisa xadrez e algumas pizzas do “pós expediente”. Apesar da minha aparente aptidão pra área, decidi embarcar num projeto próprio, tenho o sonho de iniciar meu próprio negócio e de alguma forma colocar em prática todas as lições, não poucas, que o mercado publicitário me deu.

    Bom, confesso que acabo de voltar de um período sabático em que respirei e repensei muita coisa sobre a minha vida, mas que também me deu a oportunidade de estruturar o caminho que desejo seguir nessa nova fase.

    Optei por um e-commerce. Meu produto – supérfluo – são roupas. Acredito que a forma como nos vestimos, fala muito mais da gente do que nós mesmos poderíamos afirmar sobre nossa própria personalidade.

    Enfim, falei tudo isso simplesmente porque queria te perguntar e especular…
    – Fiquei curioso, o que te leva a preferir o Woo Commerce dentre todas as opções disponíveis no mercado, digo qual o diferencial dele que te faz gostar tanto?

    – Quais suas recomendações pra um empreendedor de primeira mão se aventurando no mercado digital?

    Valeu!!!
    Luis Silva

  2. Ian Castro disse:

    Fala Luis!

    Antes de qualquer coisa, agradeço pela participação no blog e desejo muito boa sorte nesta nova fase da sua vida – sei muito bem o quanto o mercado publicitário pode ser cansativo às vezes (na verdade, na maior parte do tempo).

    Quanto às suas perguntas, vamos lá:

    1. Porque eu prefiro o WooCommerce? Antes de qualquer coisa, é questão de “gosto” – como eu falei no post, eu realmente gosto de lidar com o WordPress porque conheço bastante dele e tem uma comunidade ativa por trás dando suporte. Mas também tenho uma leve desconfiança que a relação custo/benefício dele é melhor que algumas das outras opções. Explicando melhor: ele pode atender a grande parte dos critérios (senão todos) que eu chamei atenção (SEO, CRM, CRO, etc) de forma “escalonável” (você pode implementar um por vez) e com custo de manutenção relativamente baixo (muitos Desenvolvedores dominam o WordPress, o que impede a sua dependência de um único fornecedor). Na pior das hipóteses, se você for um cara curioso e estivermos falando de uma loja cujo faturamento não está na casa dos milhões, você mesmo pode fazer uma série de “implementações” no WordPress… Bem, eu faço 😛

    2. Já as recomendações seriam algumas (muitas), mas as duas principais são: tenha um bom planejamento e tenha uma boa oferta. Vou ser muito sincero: não adianta fazer todo este esforço (empresa, plataforma, fornecedor, marketing, consumidor final, relacionamento, etc) se você não encarar sua loja como um NEGÓCIO. Qual é o custo de manutenção da loja? Quando será o break even (o ponto que ela vai se sustentar)? Quando ela vai pagar o investimento que você fez até o break even? E o lucro, é daqui a 1 ou 5 anos? Quanto você precisa vender por mês? Para vender o que precisa, quanto você precisa e pode investir em publicidade? São perguntas (chatas) que não tem a ver com o que fomos formados (no seu e no meu caso, comunicação), mas que se não forem respondidas (pelo menos com estimativas bem embasadas) podem levar a sua falência. Esta é a importância do planejamento, já a importância da oferta é muito mais simples e óbvia: sem uma boa oferta seu negócio não prospera. Porém, quando eu falo “oferta”, não é necessariamente O QUE você vende, mas também COMO você vende: a TAG Experiências Literárias é um ótimo exemplo disso. Ela vende algo muito simples (livros), mas faz isso com um modelo de negócios muito interessante (assinatura) e de uma forma inusitada (alto grau de personalização, que surpreende o consumidor). Olha o Facebook da TAG e lê os depoimentos dos “sócios” do clube… são sensacionais!

    Bem, é isso velho. Espero que ajudado.

  3. Beatriz Machado disse:

    Eu andei fazendo várias pesquisas nessa área e optei recentemente por uma plataforma que ando gostando muito… Escolhi a plataforma Magento (open source) mas encontrei uma versão que dizem ser mais rápida, me apresentaram como tipo um Magento otimizado, mesmo. Coloquei o site aqui: http://www.fitcommerce.com.br
    Qual a opinião de vocês? Fiz uma boa escolha?

  4. Ian Castro disse:

    Oi Beatriz, escolher uma plataforma baseada no Magento é um ótimo começo. Apesar de não conhecer essa ferramenta em particular, ela segue um modelo de negócios comum: ela não é (apenas) uma ferramenta, é um serviço – então todos os “upgrades” futuros do seu negócio estarão vinculados à esta plataforma.

    Mas é uma boa forma de começar se você não tem toda uma estrutura de TI e programação para te aparar. Enfim, usa e depois nos conta como foi 🙂

    Abraço e obrigado pelo comentário!

  5. Dani disse:

    Olá Ian, tudo bem?

    minha história é parecida com a do Luis Silva, sou publicitária mas desde 2012 venho tentando colocar no mercado minha loja virtual. Hoje estou com o wix: http://www.volamulher.com.br, mas ele é péssimo, estou detestando e procurando por algo muito melhor. Gostei do seu comentário a respeito do Woo, mas eu gostaria de saber sobre a integração de cartões de crédito e boleto bancário. Ele funciona legal sem ter que usar um pagseguro por ex. Estou pensando em utilizar o e-commerce da Cielo que me parece já vem integrado os cartões, mas ainda tenho dúvidas. No caso do Woo, ele já oferece uma plataforma layout “pronto”? Você tem ideia de custo com o site? Eu tenho o meu domínio, mas a hospedagem está no wix. Eles não integram cartão, sou obrigada a usar pagseguro e o e-mail mkt é restrito a 4 envios rs… terrível.
    Preciso muito aprender mais sobre SEO e pretendo achar A plataforma ideal para depois poder investir em anuncio no face. Me dá uma luz? Obrigada! Dani

  6. José Jefferson disse:

    Belo artigo estou estudando outras plataformas de e commerce mas pelo jeito vou ficar mesmo no Woo-commerce apensar de eu não saber programa mas entendo um pouco de wordpress .

  7. Kevin Jr. disse:

    Muito bom artigo, essas plataformas de e-commerce open source são excelentes opções para quem está começando e tem um budget de baixo custo.

    Mas ainda penso que o lojista deve buscar alguém para implementa-las para focar no core business do negócio ou então buscar uma empresa que é uma plataforma como temos aqui no Brasil, VTEX, FBITS, EZ, etc..

  8. Eric disse:

    Interessante seu post! Eu estou passando por problemas como todos..Quando a solução é boa, o custo da plataforma é absurdo.No momento utilizo a plataforma do Terra, mas é péssima e lenta demais.. mesmo eu inserindo fotos para web..O checkout é complexo.. suporte horrível. Vou optar pela plataforma magneto. . Vamos ver no que dá. . Obrigado

  9. Fernando Medeiros de Moraes disse:

    Ian,

    obrigado pelo artigo esclarecedor. Temos um projeto grande que envolve uma loja virtual para obras de arte originais e reproduções digitais destas obras. Uma das referências que gostaríamos de basear é o site https://www.saatchiart.com/

    Nosso negócio busca o mercado nacional, mas também a médio prazo, o mercado internacional. Ou seja, será português, inglês e espanhol.

    Temos muitas dúvidas sobre qual desenvolvedor optar. Estamos em Belo Horizonte-MG. Você teria alguma indicação de empresa profissional para desenvolver este e-commerce? Poderíamos contratar uma empresa em São Paulo, mas acreditamos que a proximidade geográfica seria um ponto importante para um briefing mais eficiente.

    A plataforma Magento seria a mais indicada na sua opinião?

    Desde já agradeço.

    Fernando

  10. Sergio Basso disse:

    Ian boa tarde.
    Estou na fase final do Plano de Negócios no que tange aos números/$.
    Nosso produto será uma Plataforma/e-commerce de anúncios. Ex. Seguindo a linha do WebMotors, ou seja, tbem seremos um intermediário e outras funções como documentários, postes, reportagens, vendas de produtos parceiros que utilizarão a nossa plataforma, entre outros.
    Por favor, qual plataforma recomenda? Ainda a WooCommerce? Outra e qual?

    Queremos alugar. É a melhor estratégia devido aos volumes de imagens, sazonalidades, etc?

    Caso queira que entre em contato para mais detalhes ou sua contratação, por favor me acione.
    Abraço e parabéns por todas as orientações nesta linha do tempo.

  11. Ian Castro disse:

    Oi Fernando, como a resposta foi um pouco extensa e bem específica para o seu caso, mandei por e-mail, tá?
    Abraço e obrigado pela participação aqui no blog 🙂

  12. Ian Castro disse:

    Oi Sérgio,

    Cara, como você está planejando uma plataforma/negócio com um tamanho considerável e com um aspecto interessante que é a multifuncionalidade, mandei uma resposta (um pouco extensa) para seu e-mail, tá?

    Valeu pela participação aqui no blog, viu!? 🙂

  13. Ricardo disse:

    Ainda com muitas dúvidas a respeito desse assunto, principalmente no que tange o custo de implantação e manutenção. Se quer temos uma idéia vaga sobre isso…

  14. Márcia Gomes disse:

    Ian bom dia! Obrigada por publicar esse texto, estava fechando com uma plataforma, mas agora vou analisar todas essa que vc indicou! Não as conheço. PARABÉNS!

  15. valeu deu pra conhecer novas plataformas

  16. Fernando disse:

    Hoje estou na loja terra com Cielo
    Estou passando por vários problemas tipo produtos na abre a pagina lento
    O pessoal do atendimento do terra tem boa vontade mas o site é uma porcaria

  17. Ana disse:

    Olá! Você recomenda qual gospedagem se considerar a plataforma woocommerce?
    Obrigada, Ana

  18. Giovanna Maria disse:

    Olá, gostaria de montar uma loja virtual para uma loja que já existe (física), mas não tenho noção de programação, apenas sei diagramar.
    Gostaria que você pudesse me ajudar, e limitasse o número de opções mais viáveis pra eu poder escolher um e-commerce melhor pro tipo de site que quero criar (é uma empresa de serigrafia).

    Desde já, agradeço!
    Abs,
    Giovanna

  19. edson araujo disse:

    Ola Ian
    , gostei do seu trabalho acho que é um dos melhores. l
    Estou pensando em criar uma virtual para vender .

  20. Olá Ian, parabéns pelo artigo.
    O que vc acha do wordpress se comparado com essas 5 opções que vc citou?
    Já criei um site empresarial no wordpress. Agora quero fazer um e-commerce mas estou em dúvida se continuo usando o wordpress.

    Abraços
    Ana Paula

  21. viviane maia disse:

    OLá!
    Pretendo trabalhar inicialmente com poucos produtos próprios( vídeo-aula) e a maior parte será de afiliação em programas.
    Pretendo trabalhar com nicho educação,tecnologia e saúde mas estou vendo como abranger esses dois segmentos na mesma loja e site sem ser incoerente e da forma mais adequada e inteligente.
    Gostaria de uma plataforma o mais completa possível e que suporte atendimento/vendas não só no Brasil.
    Você me indica alguma ou algumas plataformas e/ou idéias que atendam demanda estrangeiraqinternacional?
    Estou lendo, estudando com muito cuidado pra não gastar desnecessariamente, mas pretendo investir sim, nas melhores plataformas com os mais c0mpletos serviços de e-commerce.
    Farei site, blog e minha loja virtual é o planejamento inicial.
    Aceito dicas!
    Parabéns pelo site enxuto, objetivo e com informações que realmente acrescentam!

  22. adriana guilehrme disse:

    Olá, gostaria de montar uma loja virtual para uma loja que já existe (física), mas não tenho noção de programação.
    Gostaria que você pudesse me ajudar, e limitasse o número de opções mais viáveis pra eu poder escolher um e-commerce melhor pro tipo de site que quero criar (é uma loja de roupas

    Desde já, agradeço!
    Abs
    adriana

  23. Sal disse:

    Olá, tenho uma loja física (móveis) e quero colocar alguns produtos (20 a 40 inicialmente) à venda na Web. O Site atual da loja não está me agradando, até desativei a parte de vendas, não tem Checkout Transparente, abre um monte de janelas até finalizar a compra. O pessoal me cobra um valor anual para manter o site no ar mas não me ajudam quase nada. Estou precisando de uma plataforma com bom custo benefício em seja possível com pouco conhecimento técnico fazer um site leve, intuitivo e bem funcional. Desejo usar o pagseguro também. Estive lendo sobre “lojaintegrada.com.br”, será que é uma boa opção?

  24. MarcosT disse:

    Boa tarde

    Tenho feitos pesquisas em relação ao ecommerce , verifiquei algumas alternativas como uolhost da uol.com.br e tb terra empresas , estas plataformas não seriam uma melhor opção para quem nao tem tempo para ficar experimentando lojas virtuais gratuitas ?
    Creio que um custo de R$ 60,00 – R$ 80,00 por mes , seria viavel , devido estas opções acima , ja que elas tem uma loja pronta.

    Obrigado e agradeço os comentarios.

  25. Pedro Vieira disse:

    Já tive a experiência de criar uma loja virtual mas não tive sucesso, sempre vem em mente de tentar de novo mais tenho um certo medo, mas eu achei as suas dicas muitos boas!

  26. Tomas disse:

    Muito bom seu guia! Eu tenho usado os servidores VPS Linux da Hostinger para hospedar minhas lojas virtuais e recomendo pela praticidade de criação e atenciosidade que o pessoal do suporte me prestou quando tive algumas dúvidas e problemas. O atendimento faz todo diferencial nesse tipo de serviço e posso dizer que estou bem satisfeito com a minha escolha.

  27. alexander disse:

    Otimo para iniciantes esses assuntos bem colocados, estou iniciando um trabalho de dropshiping e como a maioria qual a melhor plataforma para se trabalhar e iniciar. Queria saber sua a opinião sobra a plataforma SHOPIFY?
    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *