SEO para e-Commerce: 5 erros de SEO que você não pode se dar ao luxo de cometer!

Pesquisa de Palavras-chave: 4 técnicas (alternativas) para fazer um pesquisa melhor e se destacar da concorrência
26 de outubro de 2015
extensoes-para-seo-lastpass
20 Extensões para SEO que vão facilitar a sua vida
30 de novembro de 2015

SEO para e-commerce? Hum… isso pode esperar, não?”
Quando estamos criando um site de e-commerce temos muitas perguntas e preocupações: como fazer um layout interessante para a loja, como organizar as categorias e produtos de forma fácil, quais métodos de pagamento usar, entre outras. Porém, neste turbilhão de dúvidas geralmente deixamos um coisa (importante) pra trás: a otimização para mecanismos de buscas, o SEO.

Sabe porque o SEO para e-commerce pode ser uma dos seus principais aliados na geração de vendas e no sucesso da sua loja online? Talvez porque…

  • 90% dos usuários de internet no Brasil usam mecanismos de buscas para encontrar informações (e por “mecanismos de buscas”, entenda Google);
  • 90% destas pessoas fazem pesquisas em sites, blogs, fóruns e lojas virtuais antes de comprar um produto ou contratar um serviço;
  • 32% das visitas de sites de e-commerce vem da busca orgânica;
  • 34% das vendas em sites de e-commerce são geradas por visitas iniciadas em mecanismos de buscas.

Entendeu porque não estar no Google (ou estar mal posicionado), pode custar muito caro ao seu negócio online?

É por isso que vamos conhecer 5 erros muito comuns de SEO para e-commerce e como você pode evitar cometer estes erros. Mas, antes, vamos falar um pouco sobre a primeira dúvida (e, geralmente, o primeiro erro) que temos em relação ao SEO de um site de e-commerce: qual ferramenta/plataforma escolher.

 

Porque a plataforma é um fator determinante no SEO para e-Commerce?

A plataforma que você escolher para o seu e-commerce é o que vai determinar até onde você poderá otimizar o seu site. Várias das plataformas de e-commerce disponíveis no mercado não possuem vários dos recursos fundamentais para otimizar a sua loja online pois prezam por tornar a experiência de gestão da loja mais simples.

Porém o seu site precisa ter uma estrutura SEO Friendly (ou seja, facilmente compreendida pelo Google e outros mecanismos de buscas), permitir a utilização de URLs amigáveis, a implementação de links independentes (não necessariamente ligados à uma categoria ou produto), disponibilizar campos para fácil preenchimento das meta-tags, ter um sistema de modelagem de páginas (ou seja, permitir que sejam feitas páginas diferentes das outras, fora dos padrões de categoria e produto), integração com sistema de blog, suporte à ferramentas de CRM (Customer Relationship Management, afinal vender para quem já comprou de você é mais barato que captar um novo cliente), entre outros vários recursos que podemos relacionar aqui.

A simplicidade é importante, mas optar por uma plataforma que não seja sequer SEO Friendly pode custar bem caro – como vimos há alguns parágrafos atrás.

SEO para e-Commerce: 5 erros de SEO que você não pode se dar ao luxo de cometer! (Otimização de Sites (SEO) )A quantidade de publicações online comparando os prós e contra do SEO das plataformas mais populares de e-commercecom uma busca rápida no Google você achará muitos posts similares à este que está vendo ao lado. Porém é fundamental avaliar se estas plataformas atendem às necessidades do seu negócio antes de se preocupar com o SEO.

A plataforma dispõe dos gateways de pagamento que você pretende usar? É possível integrá-la com outros sistemas? Você se sente capaz de operar a plataforma? O custo está dentro do previsto no seu plano de negócios? Você precisará de uma equipe ou profissional dedico à gestão/manutenção da plataforma? Enfim, SEO para e-commerce é uma grande preocupação, mas existem muitos pré-requisitos que também devem ser levados em consideração. Lembre disso!

 

 

APRENDA 10 QUICK-WINS DE SEO PARA E-COMMERCE QUE VÃO FAZER O SEU SITE APARECER NO GOOGLE E VENDER MAIS!

Você está criando uma loja virtual e já está preocupado com SEO para e-Commerce? Ou será que você já tem um e-Commerce, mas não está satisfeito com a quantidade de visitas que recebe do Google? Comece agora mesmo a colocar em prática os 10 hacks de SEO para e-Commerce na sua loja online.

 

SEO para e-Commerce: 5 erros de SEO que você não pode se dar ao luxo de cometer! (Otimização de Sites (SEO) )

Quer ver como é grave não seguir os pré-requisitos de um site SEO Friendly?

SEO para e-Commerce: 5 erros de SEO que você não pode se dar ao luxo de cometer! (Otimização de Sites (SEO) )

Este site foi feito no Wix, uma plataforma muito popular para criação de sites e lojas virtuais justamente por ser muito fácil e simples de operar. Mas este site de e-commerce é bem legal, não é? Design clean, navegação fácil, imagens bonitas. Em termos de layout, acho que eu não teria (muitos) defeitos a apontar sobre ele. Porém, em relação à todo o resto, há muitos defeitos que podem ser citados. Vou citar apenas o maior deles: o site não tem conteúdo. Na verdade ele tem sim conteúdo, mas este conteúdo não é mostrado aos mecanismos de buscas.

Sabemos que, para os mecanismos de busca, o conteúdo de uma página da web é apenas texto – apenas código-fonte, programação. O Wix.com utiliza um método de criação de websites que oculta grande parte dos textos presentes na página no código-fonte do site – que é lido pelos mecanismos de buscas. Utiliza a ferramenta de Spider-view do SEO Book, visualizei o site como ele é visto pelos robôs do Google no momento que é indexado:

SEO para e-Commerce: 5 erros de SEO que você não pode se dar ao luxo de cometer! (Otimização de Sites (SEO) )

Uma pergunta: cadê o conteúdo? Vocês podem observar que só há uma linha de conteúdo no item “Text”. Pois é, aquele é todo o conteúdo que o Google vê nesta página. “Conteúdo é rei”, você já deve ter ouvido esta frase e a lerá de novo várias e várias vezes – inclusive neste post. Se, para o Google, um site não possuir conteúdo, ele será considerado inadequado para ser apresentado em resultados de buscas à usuários quem estejam buscando por alguma informação.

Como contraponto, para que você entenda o quanto esta escassez de conteúdo não é normal (ou aceitável), fiz o mesmo testo de Spider-view com o site da minha agência de Inbound Marketing, a Salve! Digital. Vejam com o Google enxerga a minha homepage:

SEO para e-Commerce: 5 erros de SEO que você não pode se dar ao luxo de cometer! (Otimização de Sites (SEO) )

Viu a diferença? Já fiz uma publicação aqui no blog mostrando um case de SEO no qual apenas a migração de um site do Wix para o WordPress (um sistema de gerenciamento de conteúdo bastante SEO Friendly) e a atenção a 5 aspectos básicos de SEO conseguiram aumentar em 2.327% as visitas de um site. Mas não vou entrar em detalhes sobre este ponto porque a estrutura SEO Friendly é apenas um exemplo dos 10 Hacks.

 

 

APRENDA 10 QUICK-WINS DE SEO PARA E-COMMERCE QUE VÃO FAZER O SEU SITE APARECER NO GOOGLE E VENDER MAIS!

Você está criando uma loja virtual e já está preocupado com SEO para e-Commerce? Ou será que você já tem um e-Commerce, mas não está satisfeito com a quantidade de visitas que recebe do Google? Comece agora mesmo a colocar em prática os 10 hacks de SEO para e-Commerce na sua loja online.

 

SEO para e-Commerce: 5 erros de SEO que você não pode se dar ao luxo de cometer! (Otimização de Sites (SEO) )

Com preguiça de ver a apresentação? Veja em resumo os 5 erros mais comuns de SEO em sites de e-commerce que você não pode se dar ao luxo de cometer:

 

 

1. Palavras-chave erradas : Você está usando aquelas palavras que realmente interessam?

Você já se perguntou como as pessoas buscam pelo seu site? Quais são as palavras que elas mais usam? Ou quais palavras elas também poderiam usar? É fundamental entender com o seu cliente busca ou pode buscar pelo seu produto. Já abordamos diversas técnicas de pesquisa de palavras-chave aqui no blog, algumas bastante tradicionais e outras mais arrojadas. Faça uso destas técnicas e se certifique que você não está perdendo seu precioso tempo otimizando seu site para palavras-chave que não podem levar tráfego para seu site de e-commerce – ou até levam tráfego, mas não tráfego qualificado (pronto para comprar seu produto).

Veja mais detalhes e exemplos de como descobrir boas palavras-chave para seus produtos na apresentação.

 

 

2. URLs Sujas : já ouviu falar de URLs amigáveis?

Você pode ainda não ter reparado, mas a URL de uma página é um importante fator para seu posicionamento em buscas. Sim, a URL das suas páginas ajudam o Google a entender sobre o que ela se trata e determinar sua relevância para buscas relacionadas.

Muitas ferramentas e plataformas de e-commerce tem URLs sujas (como esta: http://www.seusite.com.br/?p=6424), com parâmetros e/ou números que não significam muita coisa para o usuário. Quanto mais “limpas” suas URLs forem, melhor: mantenha suas URLs o mais curtas e objetivas o possível, sempre contendo palavras relevantes e relacionadas ao conteúdo da página.

Confira como é fácil personalizar sua URL e remover parâmetros indesejados no WordPress e outras plataformas nos slides.

 

3. Conteúdo Duplicado : ajude o Google a entender suas páginas.

Um site é um conjunto de páginas e cada uma destas páginas deve ser única. O temido “conteúdo duplicado”, que não é copiar conteúdo de outros sites (como se pensa comumente), é quando uma mesma página é acessada através de duas (ou mais) URLs diferentes. Quer um exemplo? A homepage de muitos sites pode ser acessada por endereços como: site.com.br, site.com.br/ , www.site.com.br , www.site.com.br/ , site.com.br/index.html ou www.site.com.br/index.html.

Isso é conteúdo duplicado em SEO e faz com que a autoridade do seu site termine se dissolvendo entre estas páginas ao invés de permanecer em apenas uma. Se isso acontece com seu site, a culpa é a plataforma de e-commerce que você escolheu. Veja na apresentação como resolver este problema usando a Tag Canonical.

 

4. Conteúdo Ruim: se conteúdo duplicado é ruim, conteúdo ruim é péssimo.

Como já constatamos antes: o conteúdo é rei!  Esse pode ser um dos maiores clichês do marketing digital, mas é verdade – inclusive depois das últimas atualizações do Google, que depreciaram as técnicas de link building.

Além de ser fundamental para o Google, cada página do seu site te dá uma chance de: apresentar um produto; reter a atenção; despertar algum interesse e conduzir à realização da compra. Provavelmente você não vai conseguir fazer isso tudo simplesmente copiando a descrição do fabricante do produto, como muitos sites de e-commerce fazem hoje.

Se você tem um pool de produtos reduzido e um nicho bem específico, se dedicar à criação de conteúdo exclusivo e interessante para seu cliente é uma ótima forma de investir seu tempo. É fundamental que seu conteúdo siga algumas das recomendações que mostrei na apresentação para que seja atraente para o seu cliente e se destaque para os mecanismos de buscas.

 

5. Links Quebrados: por favor, não jogue seu tráfego fora!

Zerou o estoque de um produto? Ótimo, você está indo bem! Mas isso quer dizer que este produto está bem popular né? Bastante divulgado ou bem posicionado no Google. E agora, o que vai acontecer com todo o tráfego daquela página? Ele vai simplesmente se frustas com “Sem estoque”? Ou com um Erro 404 (Página não Encontrada)? E os links de outros sites e redes sociais para aquele produto, serão perdidos?

CALMA, na apresentação mostro como resolver todos estes problemas com um recurso bem simples: um Redirecionamento 301.

 

 

E aí, você já cometeu ou está cometendo algum destes erros de SEO para e-Commerce?

Eu espero que você não tenha cometido nenhum destes erros de SEO no seu e-commerce, por mais comuns que eles sejam. Mas, se cometeu é hora de ficar calmo e colocar a mão na massa para correr atrás do prejuízo. Faça você mesmo ou entre em contato com seu desenvolvedor, plataforma ou serviço de e-commerce para fazer estas alterações agora mesmo. Quanto melhor a performance do seu e-commerce no Google, mais tráfego você terá no seu site; e quanto mais tráfego (qualificado), mais vendas!

Existe mais algum erro que você cometeu e gostaria de alertar outras pessoas? Contem 🙂

SEO para e-Commerce: 5 erros de SEO que você não pode se dar ao luxo de cometer! (Otimização de Sites (SEO) )

Ian Castro
Ian Castro
Ian Castro é CEO e Head of Inbound Marketing na Intermídias, agência digital especializada em Inbound Marketing. Certificado pelas principais plataformas de Inbound Marketing (HubSpot, RD Station e MailChimp) e Mídia Online (Google e Facebook) do Brasil. Pós-graduando em Marketing na FGV e Graduado em Comunicação na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, sempre esteve imerso no mundo da marketing digital e fundou o blog Intermídias em 2007 como um reflexo da sua prática profissional com comunicação digital e mídias sociais, além dos estudos que desenvolve sobre as possibilidades que o ambiente digital traz a prática publicitária. [currículo completo]

4 Comentários

  1. Alfredo disse:

    Excelente Artigo!
    O que seria de nós iniciantes sem ajuda de profissionais como você, muito obrigado pela postagem.

  2. Ian Castro disse:

    Essa troca de informações é fundamental Alfredo, nosso campo é muito empírico! Qualquer coisa que você experimentar aí e der certo (ou errado haha), conta para a gente!

  3. Beto Cabral disse:

    Muito interessante o artigo. Fiquei com uma duvida sobre a plataforma do ecommerce. Digamos que eu utilize a plataforma Wix.com, pergunto se há maneiras de mostrar o conteudo nos mecanismos de busca? Ou se a plataforma Wix.com é de fato um entrave neste sentido?
    E se poderias citar algumas plataformas gratuitas ou economicas que mostrem o conteudo para os buscadores?

  4. […] mostrei na publicação sobre SEO para e-Commerce, várias destas plataformas disponíveis no mercado não possuem vários recursos que são […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *