Conteúdo e SEO: como SEO pode melhorar a qualidade do seu conteúdo

Mobile Sites: porque ter um site responsivo é mais importante do que você pensa…
9 de Fevereiro de 2015
Case de SEO Off Page: Espaço Holos
7 de Maio de 2015

É comum ler que “o conteúdo e rei” ou que “o conteúdo faz 90% do trabalho de SEO para você”. Isso é verdade – e se reafirma a cada atualização do Google – mas não significa se temos um bom conteúdo que devemos ignorar o SEO. Pelo contrário, obedecer as melhores práticas de otimização em (uma página que já tem) um bom conteúdo é justamente o que fará este bom conteúdo “ser visto” e reconhecido pelo Google. Você produz um bom conteúdo? Ótimo! Agora é hora de dar o valor que ele realmente merece e fazem com que ele trabalhe para você, captando visitas qualificadas nos mecanismos de buscas. Agora vamos descobrir como fazer isso.

 

Conteúdo e SEO #1:

Faça uma Pesquisa de Palavras-Chave e o estude o seu público

Como um escritor (ou pelo menos como uma pessoa que produz conteúdo), você está convencido que conhece muito sobre um determinado assunto (ou deveria) – e isso te leva a supor que você sabe exatamente quem é o seu público e o que ele quer ler. Porém, através de SEO você consegue parar de supor e descobrir como o seu público busca pela assunto que está escrevendo, quais são suas principais dúvidas, quais palavras ele realmente usam, com quais outros assuntos eles o interrelacionam… enfim, você começa a ter certeza de algumas coisas, ao invés de apenas “achar”.

Através do uso de tática de Pesquisa de Palavras-Chave e ferramentas (gratuitas, inclusive) como o Planejador de Palavras-chave do Google, o Wordtracker ou o Ubersuggest, é possível obter uma orientação de como abordar falar as questões ou assuntos sobre o qual você está escrevendo – esse tipo de tática pode ser valiosa, pois te deixa melhor informado sobre como usuários (comuns) da Web se referem em relação ao que você escreve. O SEO garante que você está usando as palavras certas, as palavras que o seu público usa para buscar informações (que você fornece).

Mais do que apenas análises de palavras-chave, fazer SEO permite que você faça análises de audiência: os relatórios de visitação do Google Analytics te fornecem uma grande visão sobre o meu público – no que eles estão interessados, o que eles lêem e o que eles fazem logo após ler meu conteúdo. Isso pode te dar informações valiosas sobre as pessoas realmente que consomem seu conteúdo e permite que você possa direcionar melhor este conteúdo para seu público.

 

Conteúdo e SEO #2:

Faça as paginas do seu site serem mais úteis para seus visitantes

Sabemos muito bem que site com conteúdo ruim ou escasso não tem boa performance em buscas. Agora, mais do que nunca, fazer SEO é tornar as páginas do seu site mais úteis para seus visitantes.

Diferente da realidade de 10 anos atrás, na qual SEO era sinônimo de SPAM, a otimizacão de sites hoje está fortemente ligada aos princípios de marketing com foco no usuário e sua experiência. Quanto melhor os conteúdo for para o usuário, melhor o SEO.

 

Conteúdo e SEO #3:

Otimizar um site faz você ter novas idéias

Diferente de escritos ou profissionais mais ligados à redação criativa, os profissionais que produzem conteúdo para otimização de sites sempre sabem sobre o que escreverão a seguir. Não é porque ele são geniais, mas porque o SEO funciona como um grande gerador de ideias.

Você pode usar dados do Google Webmaster Tools (ou do Google Analytics) para chegar a novos temas para artigos de blog, e-books ou infográficos – inclusive, podem gerar estes infográficos com dados de pesquisas relacionadas ao Google, Bing e Yahoo. O Google Suggest pode te dar idéias, Eles podem digitar no corretor automático do Google. Enfim, graças à variedade de táticas e ferramentas de SEO que temos hoje, existem maneiras de resolver aquele velho problema “sobre o que eu irei escrever?” – que não envolvem álcool, drogas ou passar horas olhando para uma tela em branco do computador.

 

Conteúdo e SEO #4:

O mercado de SEO fomenta o mercado da Produção de Conteúdo

Graças a todas as mudanças e desenvolvimentos no mundo do SEO, se tornou muito mais fácil vender conteúdo. Clientes iniciam conversas querendo ouvir sobre como o conteúdo pode ser usado para ajudá-los a se conectarem com um público-alvo e como obter uma melhor posição no ranking. Eles estão interessados em diversos tipo de conteúdo, incluindo blogs, estudos de caso, vídeos, animações, entrevistas “pergunta e resposta”, e-books, apresentações, etc. São eles que questionam sobre o marketing do conteúdo, que nos deram local para sentar (e orçamento) na mesa. Por causa do mercado formado pelo SEO, bons redatores são mais procurados do que nunca.

 

Conteúdo e SEO #5:

SEO dá visibilidade a bons conteúdos

Sem SEO, seu bom conteúdo não seria encontrado. SEO deveria ser o melhor amigo de um produtor de conteúdo, pois não apenas o ajuda a entender o público-alvo, usar os termos certos, organizar o seu conteúdo e obter novas ideias, mas é o SEO que faz com que o conteúdo que você passou tanto tempo fazendo seja realmente visto pelo seu público. Se você não fizemos um bom trabalho se SEO juntamente à sua produção de conteúdo, aconselho que todos os dias que acabar de publicar um conteúdo reserve um tempinho para rezar para que ele seja achado – e ainda assim, não será garantido.

É por isso que SEO não afeta negativamente o seu conteúdo, mas melhora ele. Faz do seu conteúdo mais inteligente, faz com que seja encontrado e te ajuda a se conectar com pessoas que você está tentando alcançar. Sem SEO, o conteúdo do seu site pode até parecer bonito, mas na verdade não serviria para nada.

Conteúdo e SEO: como SEO pode melhorar a qualidade do seu conteúdo (Otimização de Sites (SEO) )

Ian Castro
Ian Castro
Ian Castro é CEO e Head of Inbound Marketing na Intermídias, agência digital especializada em Inbound Marketing. Certificado pelas principais plataformas de Inbound Marketing (HubSpot, RD Station e MailChimp) e Mídia Online (Google e Facebook) do Brasil. Pós-graduando em Marketing na FGV e Graduado em Comunicação na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, sempre esteve imerso no mundo da marketing digital e fundou o blog Intermídias em 2007 como um reflexo da sua prática profissional com comunicação digital e mídias sociais, além dos estudos que desenvolve sobre as possibilidades que o ambiente digital traz a prática publicitária. [currículo completo]

4 Comentários

  1. lindaura orton disse:

    Boa tarde,

    Já escrevi vários artigos, e tenho enfrentado algumas dificuldades quanto ao assunto, sobre o que escrever e se terá um bom número de leitores.
    Há alguns temas que são mais fácil de desenvolver que outros, isso quando temos um conhecimento mais profundo daquilo que estamos escrevendo.
    Saiba que essas dicas desse site são valiosas, para todos aqueles que querem desenvolver a escrita e criar novos conteúdos. Não é fácil ser um escritor tem que haver algumas habilidades e conhecimentos do temas a serem abordados, principalmente e o dom da escrita.

    Lindaura Orton

  2. Willian disse:

    É saudável essa visão de que o SEO e o marketing de conteúdo são estratégias igualmente fundamentais para o marketing das empresas. Digo isso porque hoje em dia há uma crença infundada de que o SEO “morreu” para dar lugar ao marketing de conteúdo. De fato, o Google tem cada vez mais matado estratégias inúteis de SEO (link building inútil entre elas). Mas, o que muitos esquecem é que essas estratégias devem mesmo morrer, porque elas não são benéficas para o usuário. E os analistas de SEO devem fazer SEO para o usuário, e não pensando no Google. Pode parecer contraditório dizer isso? Não acho, porque, se o Google considera determinado site bom e o coloca nas primeiras posições para determinado conjunto de palavras-chave, é porque esse site oferece a melhor experiência para o usuário que busca por determinados termos.

  3. Ian Castro disse:

    Realmente Wilian, as pessoas adoram dizer que alguma coisa “morreu”.
    Para mim, o maior exemplo disso é o rádio, que, apesar das previsões catastróficas para o seu futuro após o surgimento da televisão, se reinventou completamente e continua sendo uma mídia presente em nossas vidas.

    Marketing de Conteúdo é fundamental, mas, como reforço no artigo, de nada adianta ter um bom texto se você não tem audiência para ele – ou se ele não consegue captar audiência por si só e exige um investimento constante em “mídia” para gerar visitas e conversões.

    As tácticas são, visivelmente, complementares 🙂

  4. […] o maior CMS (sistema de gerenciamento de conteúdo) para e-Commerce do mundo – e tem uma versão, bem robusta, completamente grátis, open source. O […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *