Facebook: novas estratégias para atingir o mercado mobile

5 termos que definem o futuro do Mobile Marketing, segundo Rohit Bhargava
20 de Fevereiro de 2010
Apresentações de slides sobre o mundo mobile, abordando desde aspectos culturais do ambiente mobile até metodologias, conceitos e cases de mobile marketing.
5 Slides sobre Mobile Marketing que valem a pena
12 de Maio de 2010

No Mobile World Congress deste ano, em Barcelona, a Facebook (empresa) revelou ao mundo algumas das estratégias que adotará para popularizar ainda mais a sua rede social para o ambiente mobile.

Em uma pequena palestra, que durou cerca de 16 minutos, a empresa apresentou algumas mudanças de estratégia para a versão mobile do seu produto, o Facebook. Dentre estas mudanças, a que mais me chamou atenção foi o Facebook Zero. Ele é, basicamente, uma versão da rede social ainda mais simplificada que sua atual versão mobile, contendo apenas texto para oferecer a seus usuários uma experiência “resumida” em dispositivos móveis. Pelo que pude perceber, o Facebook Zero não é nada mais que uma “jogada” da empresa, que visa converter estes usuários em consumidores da versão “Premium” do aplicativo. Vale a pena conferir a gravação da palestra feita pela TechCrunch – ainda que ela seja um pouco ruim, em termos de qualidade.

Bem, eu penso que vale a pena ressaltar alguns pontos do vídeo que julguei interessantes:

  1. A Facebook (também) acredita que 2010 será um marco para o ambiente mobile.
  2. O Facebook possui mais de 400 milhões de usuário ativos.
  3. 100 milhões destes usuários ativos (25% do total) utilizam o Facebook através de plataformas móveis ao menos uma vez no mês.
  4. 200 milhões dos usuários em atividade já experimentaram acessar o Facebook em dispositivos móveis pelo menos uma vez.
  5. Usuários do Facebook mobile demonstram o dobro de engajamento do que aqueles que utilizam pelo computador (o dobro de visualizações de páginas, interações, entre outros)

Estão previstos investimentos a médio e longo prazo (5 a 10 anos) na expansão da experiência dos usuários da rede social em ambientes móveis de comunicação. Espera-se um crescimento significativo nesta área. O futuro do Facebook é ser cada vez mais ubíquo, marcando presença em múltiplos ambientes computadorizados do cotidiano (tanto na forma de Friend Connect, quanto como rede social multiplataforma), e atingir a marca de bilhões de usuários. Os três pilares desta estratégia, que começam a serem trabalhados desde hoje, para que este futuro seja realizado são:

  • Mobile site: devem existir duas versões da versão do Facebook para internet móvel, uma delas para telefones celulares comuns e outras para aparelhos com touch-screen, cada vez mais comuns no mercado. Hoje, o Facebook Mobile já possui suporte a mais de 70 línguas – o que, teoricamente, já cobriria 98% do mundo.
  • SMS: O próximo grande passo do Facebook é estabelecer interação com dispositivos móveis através de short code. Já estão sendo fechados acordos com operadoras de telefonia celular em todo o mundo para possibilitar tal feito – até o presente momento, existem 80 acordos em 32 países.
  • Integração com dispositivos: pretende-se que os aplicativos do Facebook para dispositivos móveis não apenas rodem sobre os sistemas operacionais destes dispositivos, mas integrem-se a eles (e com os dados dos seus usuários). A idéia principal é que a experiência do usuário com o serviço seja mais integrada e natural o possível.
Fonte: Facebook’s Mobile Strategy Condensed Into 16 Minutes (Video).
Ian Castro
Ian Castro
Ian Castro é CEO e Head of Inbound Marketing na Intermídias, agência digital especializada em Inbound Marketing. Certificado pelas principais plataformas de Inbound Marketing (HubSpot, RD Station e MailChimp) e Mídia Online (Google e Facebook) do Brasil. Pós-graduando em Marketing na FGV e Graduado em Comunicação na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, sempre esteve imerso no mundo da marketing digital e fundou o blog Intermídias em 2007 como um reflexo da sua prática profissional com comunicação digital e mídias sociais, além dos estudos que desenvolve sobre as possibilidades que o ambiente digital traz a prática publicitária. [currículo completo]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *