App Store Optimization: SEO para Aplicativos Móveis?

Branded Apps: slides e artigo disponíveis para download
30 de agosto de 2010
Porque só se fala em Design Responsivo (e porque você deveria ouvir) #1
24 de Maio de 2013

Nós já conhecemos muitos dos fatores que fazem um site ter melhor ranking que outros quando fazemos uma busca no Google ou qualquer outro mecanismo de busca, não é? Mas e se este mecanismo de busca for a App Store? Você já parou para pensar qual é a lógica por trás da ordem na qual a Apple apresenta os resultados da sua busca?

App Store Optimization: SEO para Aplicativos Móveis? (Mobile )

Bem, o John Lynch, grande referência internacional em SEO (Otimização para Mecanismos de Buscas), pensou e chegou a algumas conclusões bem interessantes. Na verdade, a partir de uma análise de mais de 200 apps para iOS, ele percebeu que a otimização de aplicativos na App Store possui técnicas bastante similares às tradicionais técnicas de SEO para websites. Lynch, de forma bem didática, listou alguns dos principais fatores que impactam no posicionamento de um aplicativo no ranking dos resultados de buscas e os separou em fatores On-Page e Off-Page, em uma analogia ao SEO tradicional.

Fatores On-Page

  1. Título do App: segundo Lynch, a utilização de keywords (palavras-chave) é um dos fatores mais relevantes na otimização de Apps. Como no SEO, a pesquisa de palavras-chave e seleção daquelas que tem maior relevância para o seu produto/aplicativo não só tem como consequência a obtenção de um melhor ranking, mas também uma maior aceitação por parte do usuário (ou seja, um maior CTR).
  2. Descrição do App: o conteúdo é rei e com aplicativos não é diferente. Precisamos fazer com que as palavras-chave estejam presente na “página” que está sendo otimizada, para tanto, é necessário adicionar estas palavras-chave na descrição do aplicativo. Ainda que Lynch não tenha explorado muito esta questão, aqui atingimos um ponto delicado do processo: é uma prática comum entre os desenvolvedores a utilização deste espaço não para detalhar as funcionalidades do aplicativo, mas para abrigar depoimentos de formadores de opinião, reviews de portais de tecnologia ou quaisquer outras referências de valor para o seu produto. Pensando estrategicamente, esta é uma utilização muito válida deste espaço, considerando a visibilidade que ele tem, pois tem um efeito que “apenas” a otimização não tem: ganhar a confiança do usuário. Logo, devemos sim utilizar as keywords estratégicas na descrição do aplicativo, mas sempre agregando valor à ela, sem prejudicar o processo de convencimento (e, por que não, a conversão) do usuário.
  3. Keywords / Palavras-chave: assim como as palavras-chave eram um fator fundamental para o SEO há alguns anos atrás, elas são fundamentais para a App Store. Porém isso pode vir a mudar ao longo dos anos, na medida em que o desenvolvimento de aplicativos móveis se torne cada vez mais popular e as espertinhos façam mau uso desta propriedade – como já aconteceu antes, com os sites.

Fatores Off-Page

Ao contrário do Google e demais mecanismos de buscas, a Apple tem acesso total e irrestrito ao conteúdo e aos processos que ocorrem no ínterim de um app. E o que isso significa? Simples: que uma grande quantidade de dados que podem ajudar a determinar o quão bom é o seu aplicativo (e, principalmente, como as pessoas o utilizam) estão inteiramente à disposição da Apple – e são utilizados para comparar (na verdade, distinguir) os aplicativos uns dos outros. É por isso que, na otimização para aplicativos, também são levados em conta fatores como:
  1. CTR: a relação entre as vezes que o seu aplicativo foi visualizado em um busca e as vezes que foi selecionado. Obviamente, quanto maior o CTR, melhor.
  2. Frequência de Uso: o quanto seus usuário realmente utilizam o seu aplicativo após fazerem o download.
  3. Taxa de Descarte: a relacão entre as vezes nas quais o seu aplicativo foi baixado e deletado. E aqui podemos exterior dados interessantes como a taxa de rejeição desse aplicativo e o “ciclo de vida” médio dele.
  4. Downloads: número de vezes que foi feito o download do aplicativo – uma métrica sempre relevante.
  5. Avaliações (Reviews): a nota que os usuários atribuem ao seu aplicativo – ou seja, um fator qualitativo extremamente relevante. Aqui também são considerados os comentários deixados pelos usuários e a sua credibilidade – sim, por incrível que pareça, a Apple também analisa a qualidade destes usuários, então nada de Fakes, hein!
  6. Atualizações: um aplicativo constantemente atualizado é uma aplicativo cujo funcionamento  é otimizado e cuja experiência do usuário é sempre melhor – e isso conta muito.
É interessante perceber como o mecanismo de busca da App Store, criado numa época na qual a web semântica já começa a ganhar mais força, já incorpora fatores semânticos de ranking – principalmente aqueles relacionados aos hábitos de consumo dos aplicativos por parte dos usuários. Esse tipo de percepção de relevância, assim como está acontecendo lentamente nos mecanismos de buscas, tende a ter cada vez mais espaço. E, falando em tendências, é possível também apontar algumas tendências que já estão despontando na otimização de aplicativos móveis – ou o farão em breve.
  1. Fatores mais técnicos, como a velocidade do app, também deve ter valor no ranking destes aplicativos.
  2. Fatores mais subjetivos, como idade do aplicativo ou a marca do seu desenvolvedor, também são uma evoluçã inevitável, uma vez que estão claramente ligados à confiabilidade do aplicativo e sua percepção pelo usuário.
  3. Por último, não podemos esquecer dos fatores sociais. Não é sem motivo que a App Store valorizou bastante o botão Like, do Facebook, nas páginas de seus aplicativos desde a última reforma de layout.
Saindo um pouco do tecnicismo, se faz necessário ter em mente que uma estratégia de comunicação também ajudará (e muito) a divulgação do seu app. É imprescindível que mais e mais usuários possam conhecê-lo, utilizá-lo, recomendá-lo e (mesmo sem saber) otimizá-lo. Criar um aplicativo de boa qualidade é o primeiro passo; fazer com que ele seja conhecido por usuários em potencial é o segundo; o terceiro, mas não menos importante, é criar uma rotina de manutenção de relacionamento com estes usuários. Para isso, você dispõe de muitas ferramentas, como: integração com mídias sociais, e-mail ou até mesmo as notificaçõesPush – com uma estratégia sólida de relacionamento, você fará não apenas com que o usuário não abandone o aplicativo (o que vai refletir diretamente nos fatores off-page que relacionados acima), mas que ele o divulgue voluntariamente.

E os resultados da App Store Optimization?

É claro que estes fatores são mutáveis, afinal é preciso lembrar que todas as lojas de aplicativos (até mesmo a App Store da Apple, pioneira no mercado) são muitos recentes (têm apenas 5 anos); mas também é preciso reconhecer que a otimização de aplicativos para App Store tem uma importância muito grande, pois é uma grande aliada dos desenvolvedores (em especial, os menores) no processo de rentabilização do seu App. Estas premissas não irão apenas contribuir para que o trabalho de otimização do seu aplicativo seja perene, trazendo um retorno a médio/longo prazo, mas também serão fundamentais na obtenção do retorno sobre o seu investimento.
App Store Optimization: SEO para Aplicativos Móveis? (Mobile )
Ian Castro
Ian Castro
Ian Castro é CEO e Head of Inbound Marketing na Intermídias, agência digital especializada em Inbound Marketing. Certificado pelas principais plataformas de Inbound Marketing (HubSpot, RD Station e MailChimp) e Mídia Online (Google e Facebook) do Brasil. Pós-graduando em Marketing na FGV e Graduado em Comunicação na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, sempre esteve imerso no mundo da marketing digital e fundou o blog Intermídias em 2007 como um reflexo da sua prática profissional com comunicação digital e mídias sociais, além dos estudos que desenvolve sobre as possibilidades que o ambiente digital traz a prática publicitária. [currículo completo]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *