A sua marca já está no Twitter, você queira ou não.

Blog Intermídias lançado!
8 de novembro de 2009
Publicidade no Facebook: Páginas e Social Ads
13 de dezembro de 2009

Você quer fazer uma campanha publicitária utilizando redes sociais só para que as pessoas falem da sua marca? Poupe seus esforços: elas já falam, bem ou mal. O que você pode fazer é que elas falem mais; e, acredite, elas falarão.

A sua marca já está no Twitter, você queira ou não. (Mídias Sociais )Uma pesquisa realizada pelo Instituto Digital iDig apontou que a inserção de uma empresa no Twitter pode vir a dobrar as citações sobre a marca na rede. O instituto analisou 91.145 tweets sobre 50 marcas (entre elas a Coca-Cola, Tim, Telefônica, General Motors e Natura) durante o período de 20 de setembro a 24 de outubro.

Querem saber alguns dados interessantes? No período de realização da pesquisa houve uma produção média de 2.600 tweets por dia acerca das marcas observadas; apenas 42% das empresas fazem uso do Twitter; 74% das citações pertenciam àquelas que usam da ferramenta; as empresas que fazem uso do Twitter tem o dobro de citações que as outras; apenas dez das marcas pesquisadas possuem 57% do total de tweets analisados.

Bem, a pesquisa foi uma ótima iniciativa – isso é indiscutível. Estes foram apenas alguns dados, postos em destaque no próprio blog do iDig; a pesquisa completa está disponível gratuitamente no site do instituto. O profissional de mídias sociais ganhou mais uma ferramenta para apresentar o seu trabalho, e a importância dele, com mais segurança.

Contudo, sejamos francos: não houve supresa alguma em suas constatações. O consultor em mídias sociais do iDig, Claudio Torres, afirmou que “esse trabalho só reforça a tese de que a presença na rede social é de extrema importância para a construção da marca e de um canal de diálogo com os consumidores” (retirado do blog do iDig ), mas isso é extremamente óbvio – algo que ele mesmo tinha certeza antes de se tornar um “consultor em mídias sociais” e que o iDig também tinha certeza antes de realizar a pesquisa.

Ainda assim, provas nunca são demais, não é?

Referências: Pesquisa iDig: presença de empresa no Twitter dobra número de mensagens sobre a marca no microblog e Presença no Twitter dobra número de mensagens sobre a marca.
Ian Castro
Ian Castro
Ian Castro é CEO e Head of Inbound Marketing na Intermídias, agência digital especializada em Inbound Marketing. Certificado pelas principais plataformas de Inbound Marketing (HubSpot, RD Station e MailChimp) e Mídia Online (Google e Facebook) do Brasil. Pós-graduando em Marketing na FGV e Graduado em Comunicação na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, sempre esteve imerso no mundo da marketing digital e fundou o blog Intermídias em 2007 como um reflexo da sua prática profissional com comunicação digital e mídias sociais, além dos estudos que desenvolve sobre as possibilidades que o ambiente digital traz a prática publicitária. [currículo completo]

3 Comentários

  1. Mel Oliveira disse:

    Esses números são lindos quando falamos de marcas como Coca-cola, Tim, Telefônica, General Motors e Natura. Agora te faço uma pergunta: e se o anunciante for a padaria da esquina? Tem certeza que devemos poupar nossos esforços?

  2. Ian Castro disse:

    Bem, se o anunciante for a padaria da esquina ela pode pensar por uma gama de outros caminhos a serem seguidos. Vamos pensar no core-business dela: o pão.
    A padaria desta esquina aqui achou que seria uma boa idéia informar aos internautas, pelo Twitter, quando os pães saem do forno.

    Com certeza não vemos nomes de farmácias frequentemente no Twitter, mas o que tem de gente dizendo “estou doente”, “a gripe me pegou”ou “dor de cabeça chata” não está no gibi. E se uma farmácia, com entrega em casa, resolvesse monitorar as expressões e oferecer remédios?

    Se a sua marca já é relevante, ela será citada; se ela não for, nossos esforços devem ser para torná-la relevante – não simplesmente repetí-la constantemente, e torcer para que, um dia, lembrem dela por osmose.

    =)

  3. Mel Oliveira disse:

    resumindo: “não, Mel, não devemos poupar nossos esforços!” 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *